Fausto Sá Marques falava durante a apresentação da parceria entre a OTLIS e a plataforma de trotinetes HIVE, na estação de metro do Marquês de Pombal, no sentido de reforçar a mobilidade na cidade de Lisboa.

Em declarações à agência Lusa, o dirigente da OTLIS explicou que o cartão Lisboa VIVA “é cada vez mais um cartão de mobilidade”, realçando que “já não é só um cartão de transporte público”, mas também um cartão “que permite aos clientes usar as trotinetes como meio complementar aos transportes públicos”.

Para Fausto Sá Marques, a trotinete deverá ser vista como um meio complementar ao transporte público, e a parceria com a Hive tem como principal objetivo diminuir o tráfego rodoviário no centro da capital portuguesa.

“O que todos queremos é uma cidade sustentável e amiga do ambiente. O objetivo que todos temos é ter uma cidade mais sustentável e retirar o mais possível o transporte individual das cidades”, considerou, apelando às pessoas para que “usem o transporte público e outros meios complementares”.

A parceria com a Hive vai permitir a todos clientes da Lisboa VIVA usufruir de 20 minutos gratuitos para usar nas trotinetes, durante um mês, até dezembro, desde que descarreguem a aplicação da plataforma entre 29 de maio e 29 de junho.

A responsável pela Hive em Lisboa, Joana Pereira, explicou que, para aderir à campanha, os utilizadores devem fazer um registo gratuito e enviar uma fotografia do cartão Lisboa VIVA e uma ‘selfie’.

“É muito simples, basta irem à aplicação e efetuar o registo. Quem tiver a aplicação pode registar-se gratuitamente. Têm de ir à conta, clicar em Prémio VIVA e depois, aí, será pedido para que se tire uma fotografia do cartão Lisboa VIVA e uma ‘selfie’”, informou, referindo que os utilizadores só terão a confirmação em 72 horas, depois da Hive validar os documentos.

De acordo com Joana Pereira, os 20 minutos gratuitos não são acumuláveis, não passam de um mês para outro, e a campanha deve ser reconhecida como complemento aos transportes públicos, promovendo a sustentabilidade em Lisboa.

“As pessoas têm direito a 20 minutos gratuitos por mês, estes 20 minutos não são cumulativos, não duram de um mês para o outro”, salientou, realçando que a empresa quer afirmar-se “como complementar aos transportes públicos”, com o uso das trotinetes.

Para a Hive, o objetivo desta parceria é tornar as cidades mais verdes, menos dependentes do carro, mais sustentáveis, mais ecológicas, mais organizadas e mais práticas.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.