PS, PSD, CDS-PP e PCP votaram contra o projeto de resolução do Bloco de Esquerda (BE), que pede o fim do financiamento público às garraiadas que costumam integrar as festividades académicas, como a Queima das Fitas.

“Estes eventos [as garraiadas], claramente identificados com a cultura da praxe académica, provocam sofrimento e stress aos animais de forma absolutamente gratuita”, defende o BE no projeto de resolução.

Os bloquistas referem que este tipo de eventos tem recolhido a contestação de estudantes e associações de defesa dos direitos dos animais e lembra o caso dos alunos da Universidade do Porto e do Instituto Superior Politécnico de Viseu, que promoveram petições pelo fim do “apoio financeiro e logístico às garraiadas académicas por parte das associações de estudantes e das entidades públicas”.

“O Ministério da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior (MCTES) tem apelado às instituições do ensino superior para que não legitimem, nem promovam a praxe académica e as suas iniciativas. Nesse sentido, e, por não ser dever do Estado promover espetáculos que violentem o bem-estar animal, entidades públicas ou organizações por elas financiadas não devem sob forma alguma promover garraiadas académicas”, acrescenta a resolução.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.