Os 134 veículos da frota dos SMTUC, em serviço no concelho de Coimbra, “já estão ligados à internet, através da rede ‘Coimbra+’ para acesso ‘wi-fi’ gratuito”, disse Manuel Machado, que falava aos jornalistas, hoje, ao final da tarde, nas instalações da empresa municipalizada.

A rede ‘Coimbra+’, “lançada em abril de 2015”, que tem, desde então, 24 pontos de acesso instalados, a maior parte no centro da cidade, e “já conta com cerca de 190 mil utilizadores”, passa a partir de agora a servir também quem viaja nos transportes urbanos de Coimbra.

O alargamento do acesso gratuito à ‘net’ nos autocarros faz parte do investimento de cerca de 464 mil euros, que prevê ainda “a instalação de 31 ‘hotspots’ [ponto de acesso] em cada uma das sedes atuais e antigas das juntas de freguesia” e de 39 outros pontos de acesso no município, cujo processo está em curso.

‘Coimbra+’ passará, então, a dispor de mais de duas centenas de ‘hotspots’, perto de uma centena dos quais fixos, em zonas de interesse turístico e cultural, pontos de comércio e de atividade económica intensa e em estabelecimentos de ensino, por exemplo.

O investimento da câmara para assegurar o acesso gratuito à internet visa, sobretudo, melhorar a “atratividade” da cidade e concelho e, simultaneamente, as condições de vida e de trabalho dos munícipes, sustentou Manuel Machado.

Ao proporcionar aos passageiros dos transportes urbanos acesso gratuito à internet, a câmara pretende, igualmente, tornar este serviço mais aliciante e aumentar o número de utentes, explicou o autarca socialista, referindo que, também por isso, os SMTUC têm vindo a remodelar alguns dos seus autocarros e a renovar a frota.

A câmara aguarda a receção de oito autocarros elétricos e tem em curso o procedimento para a aquisição de dois miniautocarros, igualmente elétricos, e já apresentou candidatura ao Programa Operacional Sustentabilidade e Eficiência no Uso de Recursos (POSEUR) para a compra de 14 viaturas elétricas (cinco autocarros ‘standard’ e nove miniautocarros), num investimento global da ordem dos 11 milhões de euros.

Além disso, sublinhou ainda o presidente da câmara, o município de Coimbra suporta “integralmente o custo social dos transportes, que é de cerca de nove milhões de euros por ano”.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.