O fenómeno que ocorre todos os invernos no Lago Baikal, na Sibéria, tornou-se popular quando a fotógrafa russa Olga Zima venceu um concurso de fotografia, em 2016, com uma imagem em que uma pedra parecia estar suspensa no ar, suportada apenas por um fino pedestal de gelo, num equilíbrio extremamente frágil.

Agora, investigadores franceses recriaram em laboratório o que acontece com as "pedras zen" que parecem "levitar", conta o El País.  E, ao contrário do que seria esperado, o pedestal não é formado porque o gelo ao redor está a derreter.

A explicação encontrada diz respeito à formação da pequena coluna de gelo — que acontece por sublimação e não por erosão ou descongelamento. "Sublimação é uma transição direta do sólido [neste caso, do gelo] para o gasoso [vapor de água]. Em condições normais de pressão, só ocorre abaixo de zero graus e se o ar estiver suficientemente seco. Ainda requer energia [do sol], mas essa energia atua como calor latente e a temperatura do gelo permanece a mesma", explicou Nicolas Taberlet, um dos autores do estudo.

No laboratório, a experiência consistiu em utilizar discos de metal como se fossem pedras e colocá-los em câmaras de liofilização, que desidratam por congelamento. Ao fim de 40 horas após o início do processo, foi observado que o gelo sob o disco desapareceu, deixando apenas um fino pedestal que o manteve de pé.

Embora tenham sido utilizados discos feitos de diferentes metais, como cobre e alumínio, o processo de formação e a aparência final dos diferentes pedestais foram semelhantes — o que leva a concluir que o segredo não está no calor que a pedra pode transmitir ao gelo, mas na energia da radiação solar.

Aplicando a descoberta ao ambiente natural do fenómeno, percebe-se que no lago Baikal, quando se formam as pedras, a temperatura média é de -15º. Assim, neste caso, a radiação solar não provoca o degelo, mas facilita a sublimação do gelo.

No fundo, a pedra atua como um guarda-chuva, num processo que dura entre duas a quatro semanas. Mas o pedestal não dura para sempre: a sublimação vai acabar por fazer com que a pedra caia — mas voltará no inverno seguinte.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.