Segundo o currículo divulgado pela bancada socialista, Marc Castellnou Ribau é considerado um conceituado engenheiro florestal da Universidade de Lérida. É chefe da área florestal do Corpo de Bombeiros da Generalitat [Governo] da Catalunha e participou já em 22 campanhas de incêndios florestais, tendo experiência em operações em Espanha, Portugal, França, Reino Unido, Itália, Grécia, Estados Unidos e Argentina.

A constituição da comissão técnica independente para apurar os factos relativos à tragédia resultante do incêndio de Pedrógão Grande, da qual resultaram 64 mortos, foi aprovada pela Assembleia da República no dia 30 de junho.

A comissão técnica independente será composta por 12 especialistas, seis dos quais serão designados pelo presidente da Assembleia, ouvidos os grupos parlamentares, e outros seis pelo Conselho de Reitores das Universidades Portuguesas (CRUP).

O presidente da comissão será indicado entre os seis especialistas designados pelos reitores.

Perante os jornalistas, num recado dirigido às bancadas do PSD e CDS-PP, o líder parlamentar do PS deixou hoje um aviso sobre os critérios que deverão presidir à escolha de elementos para essa comissão técnica independente.

"Vamos dar uma contribuição com uma proposta de um nome para essa comissão para que seja independente. Não vamos recorrer a pessoas que estejam agastadas com o atual Governo por terem sido demitidas, ou por qualquer outra circunstância, para metê-los nessa comissão técnica independente no sentido de lançar as sementes de uma vingança", declarou.

Fonte do PSD disse que não iria anunciar publicamente o nome indicado pelos sociais-democratas, remetendo a divulgação conjunta dos seis nomes a indicar pelo parlamento para o presidente da Assembleia da República, Ferro Rodrigues.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.