O balão Baby Trump, que se tornou o ponto de atenção dos protestos contra a visita do presidente dos Estados Unidos ao Reino Unido em julho do ano passado, pode aparecer novamente na visita de Estado do presidente norte-americano agendada para junho — e numa versão maior, revelaram ativistas, segundo o The Guardian.

Leo Murray, que ajudou a financiar o balão insuflável original, de seis metros de altura, referiu que "o Baby Trump definitivamente voltará a voar". E acrescentou: "estamos a brincar com a ideia de um balão de ar quente que teria cerca de cinco vezes o tamanho do original. Mas iria custar uma quantia enorme de dinheiro, mais de 70 mil libras".

Os ativistas temem que as autoridades bloqueiem a aprovação de uma versão maior do balão. Contudo, Asad Rehman, diretor executivo da War on Want e membro da coligação Stop Trump, considera que podem vir a haver mais de 250 mil manifestantes. "A visita de Trump no ano passado mobilizou um grande número de pessoas, mas um ano depois ele [Donald Trump] fez mais para acabar com os direitos humanos, recuou nas normas internacionais, continuou a sua negação climática e alimentou o nacionalismo branco", referiu.

O balão de Trump em fraldas flutuou perto do Parlamento pela primeira vez em julho de 2018, numa iniciativa que recebeu a luz verde do mayor de Londres, Labor Sadiq Khan, alvo de muitos ataques verbais do presidente norte-americano.

A manifestação londrina dividiu-se em duas passeatas e constituiu o ponto alto do movimento de protesto contra a visita de Donald Trump ao Reino Unido.

Uma visita de Trump ao Reino Unido era esperada há mais de um ano, depois de a primeira-ministra britânica, Theresa May, ter sido a primeira dirigente estrangeira a ser recebida pelo Presidente norte-americano após a sua tomada de posse, em janeiro de 2017. Na ocasião, May convidou Trump a fazer uma visita de Estado ao Reino Unido, suscitando polémica no país de Sua Majestade, onde muitos advertiram que Trump seria alvo de protestos maciços. Apesar do interregno, foi o que se veio a verificar.

Este ano, o presidente dos Estados Unidos e a sua esposa, Melania Trump, vão realizar uma visita de Estado ao Reino Unido de 3 a 5 de junho, anunciou esta terça-feira o Palácio de Buckingham, residência oficial da rainha Isabel II.

Esta será a primeira visita de Estado de Trump ao país, após a tentativa anterior que em julho de 2018 acabou numa simples visita de trabalho perante os protestos dos britânicos.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.