Um porta-voz da polícia da província de Takhar, Khalil Assir, atualizou o anterior balanço que era de 12 mortos, mantendo o número de feridos, 32, adiantando que vários se encontram “em estado crítico”.

Entre as vítimas encontram-se civis e membros das forças de segurança, disse.

O atentado ocorreu antes da candidata Nazefa YoussefiBek ter chegado ao local do comício, no distrito de Rustaq, na província de Takhar, no nordeste do país.

O ataque não foi reivindicado até ao momento, mas a região regista uma forte presença dos talibãs.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.