O porta-voz do governador da província, Attahullah Khogyani, declarou que alguns dos feridos estão em estado crítico, o que leva a acreditar que o balanço de mortos pode ainda aumentar.

O ataque aconteceu hoje, no distrito de Kama, quando os partidários de Abdul Naser Mohmand se reuniam para apoiar a sua campanha como candidato independente nas eleições parlamentares do Afeganistão, marcadas para 20 de outubro.

O atentado em Nangarhar ainda não foi reivindicado, tendo ocorrido numa região em que tanto os Talibãs como um grupo associado ao autoproclamado Estado Islâmico estão ativos.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.