"Confirma-se a existência de um inquérito, o qual se encontra em investigação no DIAP de Lisboa", diz a PGR numa resposta escrita à agência Lusa sobre a existência de uma investigação a Pardal Henriques.

O jornal Público noticiou hoje que o advogado está a ser investigado na sequência de uma queixa-crime por burla, apresentada por um empresário francês interessado em abrir negócios em Portugal, e que alega que Pedro Pardal Henriques lhe ficou a dever mais de 85 mil euros, depois de se ter comprometido a comprar, em seu nome, uma propriedade no centro do país.

Investigações do Ministério Público às atividades de Pedro Pardal Henriques tinham já sido noticiadas em abril pelo Diário de Notícias. O advogado, que se tornou uma figura mediática enquanto porta-voz do Sindicato Nacional dos Motoristas de Matérias Perigosas, negou que estivesse a ser alvo de inquérito judicial.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.