Na sequência do incidente ocorrido, no sábado, em Santa Maria da Feira, relacionado com o sobrevoo no campo de formação do Clube Desportivo Feirense por um helicóptero ligeiro do Estado, a ANPC pediu um esclarecimento à Heliportugal, empresa responsável pela operação e manutenção da aeronave.

No seguimento desse pedido, a Heliportugal informou a ANPC que o piloto foi suspenso de todas as operações de voo e já abandonou o Centro de Meios Aéreos onde desempenhava funções, tendo sido substituído por outro.

Segundo a Proteção Civil, a Heliportugal instaurou também um inquérito de natureza disciplinar ao piloto.

O Correio da Manhã noticia, na sua edição de hoje, que as manobras acrobáticas feitas por um helicóptero ligeiro da ANPC provocaram o pânico, no sábado, no complexo desportivo de Santa Maria da Feira, onde estavam cerca de 1000 pessoas.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.