Em comunicado enviado à Lusa, a PJ explica que o homem, de 20 anos, cuja detenção esteve a cargo do Departamento de Investigação Criminal de Braga, é o "quarto e último suspeito" da autoria daqueles crimes.

"Os restantes três suspeitos já tinham sido detidos no passado mês de março e presentes às autoridades judiciárias competentes, estando a aguardar julgamento sujeitos à medida de coação de prisão preventiva", lê-se.

O comunicado adianta ainda que o detido vai ser presente às autoridades judiciárias competentes para interrogatório e aplicação das medidas de coação tidas por adequadas.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.