A Polícia Judiciária (PJ) confirmou ao SAPO24 que está a investigar o caso de uma cidadã brasileira, transexual, de 31 anos, encontrada morta na praia do Titan, em Matosinhos.

“Fomos alertados de tarde [na segunda-feira] para o aparecimento de um corpo – um surfista viu um corpo a boiar – e coube aos elementos da estação de Salva Vidas de Leixões retirá-lo e entregá-lo à PJ [Polícia Judiciária], que está a investigar”, descreveu Rui Santos Amaral, capitão do Porto de Leixões, à Lusa.

A ocorrência foi registada por volta das 16:30 na praia do Titan, em Matosinhos.

De acordo com a mesma fonte, “de imediato foi estabelecida a relação com a situação de uma cidadã brasileira que se encontra desaparecida desde o início do ano”.

“Corresponde na idade [31 anos] e na nacionalidade [brasileira] a um caso que a PJ está a investigar”, acrescentou.

Contactada pelo SAPO24 a PJ confirmou a investigação em curso, mas sinalizou que é prematuro avançar com conclusões, remetendo esclarecimentos para mais tarde.

Segundo a imprensa brasileira, trata-se de Angelita Seixas Alves Correia, de 31 anos, personal trainer e instrutora de dança. Casada, vivia em Portugal desde 2016.

Segundo a irmã, Suzana Alves Alcântara, de 42 anos, a personal trainer chegou a relatar que estava a ser alvo de ameaças, sem porém adiantar detalhes.

A família aguarda ainda informações por parte das autoridades portuguesas sobre a causa da morte a investigação em curso.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.