A porta-voz do Departamento de Polícia de Los Angeles, Rosario Herrera, anunciou ter sido detido um homem de 47 anos, de nome Terry Bryant, pelo desaparecimento do Óscar de Frances McDormand, ocorrido no domingo, após a realização da cerimónia.

O representante da atriz, Simon Halls, confirmou entretanto a devolução do prémio à atriz.

“Após uma breve separação, Frances e Óscar estão de novo juntos, felizes e a celebrar o reencontro com um ‘cheeseburger’ do In-N-Out”, disse Simon Halls à Associated Press.

O Óscar de Melhor Atriz, conquistado por McDormand, pelo desempenho no filme “Três cartazes à beira da Estrada”, foi levado do Teatro Dolby por um homem de “meia idade”, após a entrega dos galardões, quando ocorria a festa da Academia, segundo testemunhos recolhidos por diferentes órgãos de comunicação social, no local.

McDormand celebrava a conquista do prémio, quando deu conta do desaparecimento da estatueta, que já tinha o seu nome gravado na base.

A intérprete, acompanhada pelo marido, o cineasta Joel Coen, procurou o Óscar por todo o edifício, sem o conseguir encontrar, segundo as agências internacionais.

O representante da atriz disse à Associated Press que o Óscar foi devolvido hoje de manhã a McDormand, por agentes de segurança.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.