Em comunicado divulgado hoje, a PJ indicou que o caso ocorreu na terça-feira de manhã, no interior da casa da suspeita, na sequência de "uma discussão por motivos fúteis" entre a alegada agressora e a vítima, sua vizinha.

Segundo a PJ, a vítima foi "agredida violentamente com um objeto contundente", o qual lhe "provocou graves lesões no crânio", encontrando-se "em perigo de vida", numa unidade hospitalar de Lisboa, para onde foi transferida.

A PJ referiu que a detida já foi presente a primeiro interrogatório judicial e que aguarda em prisão preventiva o desenrolar do processo.

Esta agressão, para a qual foi dado o alerta às 10:15 de terça-feira, ocorreu na aldeia de Perolivas, no concelho de Reguengos de Monsaraz, segundo fonte do Comando Distrital de Operações de Socorro (CDOS) de Évora.

Já fonte do Comando Territorial de Évora da GNR disse então à Lusa que a ocorrência envolveu "agressões mútuas" entre duas mulheres, tendo uma delas sofrido "ferimentos graves na cabeça".

Contactado na terça-feira pela Lusa, o segundo comandante da corporação de Bombeiros de Reguengos de Monsaraz, Ciríaco Falé, referiu que a mulher que sofreu ferimentos graves, de 48 anos, terá sido atingida pela outra com um pé-de-cabra.

Fonte do Instituto Nacional de Emergência Médica (INEM), contactada pela Lusa, revelou então que a mulher sofreu um "traumatismo cranioencefálico grave" e que foi transportada, inicialmente, para o Hospital do Espírito Santo de Évora (HESE).

Segundo a mesma fonte, a vítima foi "estabilizada" nesta unidade hospitalar e, posteriormente, transferida num helicóptero do INEM para o Hospital de São José, em Lisboa.

De acordo com a Polícia Judiciária, a detenção da mulher suspeita da prática de um crime de homicídio qualificado na forma tentada foi feita por elementos da Unidade Local de Investigação Criminal de Évora da PJ.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.