Em comunicado, a IP esclarece que já procedeu à contratação de "uma plataforma 'bybridge' que permitirá dar início aos trabalhos de remoção controlada do betão destacado", a partir das 22:00, estando a sua conclusão prevista para as 06:00.

No entanto, refere a empresa, "apenas com o desenvolvimento da intervenção será possível aferir com detalhe se existirá necessidade de prolongar este trabalho por mais noites".

O plano de intervenção foi definido na reunião que se realizou hoje de manhã com responsáveis da Câmara do Porto, na qual ficou ainda estabelecido, em coordenação com as forças de autoridade, a implementação do corte de via direita nos dois sentidos do tráfego sobre o tabuleiro, a realizar no mesmo horário.

A Infraestruturas de Portugal acrescenta ainda que, em data a anunciar brevemente, serão ainda executados trabalhos de revestimento e proteção das vigas.

A IP confirma que "se tratou do desprendimento de fragmentos de betão/argamassa de revestimento das vigas do tabuleiro", sublinhando que estes "não constituem elementos estruturais da Ponte da Arrábida".

Ainda assim, e apesar destes fragmentos "serem de pequena dimensão", pela altura de queda e posição, a situação representa risco de danos aos utilizadores da Avenida Marginal, pelo que a Câmara encerrou esta via à circulação até indicação, por parte da IP, de que pode ser reaberta em segurança.

Por precaução, o município procedeu, na terça-feira à noite, ao corte do trânsito, após a queda de pedaços de argamassa da Ponte da Arrábida.

A Ponte da Arrábida, que liga o Porto e Vila Nova de Gaia, é Monumento Nacional desde 2013.

O Ministério das Infraestruturas disse hoje estar a acompanhar a situação na Ponte da Arrábida, em estreita articulação com a Infraestruturas de Portugal.

Esta manhã, em comunicado, a tutela salientava que "os técnicos da IP [Infraestruturas de Portugal] já estiveram no local, verificando que [o material que se desprendeu] se trata de argamassa de revestimento superficial, situação que será agora intervencionada".

“Entretanto será também possível avaliar qual a intervenção de reparação que a situação requer no âmbito das intervenções normais de manutenção e conservação", acrescenta o Ministério, garantindo que “não existe nenhum dano estrutural na ponte, pelo que a sua estabilidade e segurança não está em risco".

A autarquia informa ainda que, segundo a IP, “não existe qualquer relação entre estes desprendimentos superficiais [de argamassa] e qualquer fenómeno estrutural que possa comprometer a ponte” sobre o rio Douro.

Ainda assim, a Câmara do Porto vai manter o trânsito cortado na marginal enquanto o plano de intervenção da IP é traçado.

De acordo com o município, a Ponte da Arrábida, construída em 1963, tem sido alvo, ao longo da sua vida, de frequente manutenção por parte do Estado, que é seu proprietário, contudo, "eventos de desprendimento de argamassa acontecem, por vezes, neste tipo de estrutura devido a fenómenos variados, como alterações de temperatura".

Por precaução, o município procedeu ao corte do trânsito na rua do Ouro, entre a Rua Dom Pedro V e os jardins do Calem, estando neste momento a colaborar com a IP no sentido de “traçar um plano de manutenção em termos que permitam a reabertura em breve da circulação”.

À Lusa, fonte da IP esclareceu hoje que a intervenção obrigará a colocar no tabuleiro da Ponte da Arrábida "um camião com uma estrutura com um braço", de modo a aceder às zonas afetadas (no arco), o que implicará condicionar o trânsito na via.

De acordo com a informação disponível na página da Internet da autarquia, "por precaução, apenas após a intervenção da Infraestruturas de Portugal (IP), dona da ponte, poderá ser reposta a circulação" naquela zona da rua do Ouro.

No ‘site', a autarquia diz ainda que os seus serviços de proteção civil "atuaram de imediato, captando imagens com um drone e determinando a interdição da via e pedindo a intervenção da IP, responsável pela intervenção daquela obra de arte".

"A pronta intervenção dos serviços da Câmara" evitou "eventuais danos em viaturas ou pessoais", concluiu.

A Ponte da Arrábida, que liga o Porto e Vila Nova de Gaia, é Monumento Nacional desde 2013.

(Artigo atualizado às 14:17)

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.