“Ao abrigo deste roteiro vai promover-se um reforço das relações bilaterais entre os dois países, designadamente no alargamento do quadro jurídico da cooperação económica e comercial, na dinamização da cooperação económica, comercial e de investimento, no reforço da inovação na interação económica e comercial entre Portugal e Rússia, nas infraestruturas e transportes, nas energias renováveis e na indústria”, refere a nota de imprensa.

O ministro Adjunto e da Economia, Pedro Siza Vieira, e o ministro do Desenvolvimento Económico da Federação Russa, Maxim Oreshkin, copresidiram à VII Comissão Mista de Cooperação Económica-Técnica, tendo assinado o roteiro.

Segundo a mesma nota, “entre as ações propostas para o período 2018-2020 está a promoção do aumento do comércio de bens e serviços entre a Rússia e Portugal e os fluxos turísticos”.

Citado na mesma nota, Pedro Siza Vieira refere que este roteiro “é um impulso importante para dinamizar as relações económicas entre Portugal e a Rússia”.

“Neste momento, a Rússia é o nosso 36.º principal mercado para exportações, pelo que as relações comerciais têm grande margem de progressão”, adianta o ministro português.

O governante realçou ainda que “Portugal é um país com recursos altamente qualificados e com produtos de alta qualidade e tecnologicamente avançados”, dizendo esperar que “este acordo possa estimular um maior investimento russo” no país.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.