Pedro Marques, que foi cabeça de lista do PS nas últimas eleições europeias, em maio de 2019, manifesta o seu apoio a Marcelo Rebelo de Sousa "pelo que foi o seu primeiro mandato enquanto Presidente da República".

Nesta mensagem que enviou à agência Lusa, Pedro Marques refere-se depois à candidatura presidencial da antiga dirigente e ex-eurodeputada socialista Ana Gomes.

"Reconheço competência, mérito e o legado de Ana Gomes, mas, nestes tempos de incerteza, apoio a recandidatura de Marcelo Rebelo de Sousa", frisa o ex-ministro das Infraestruturas do primeiro Governo liderado por António Costa.

Além de Pedro Marques, já manifestaram publicamente o seu apoio ou, pelo menos, a intenção de votar em Marcelo Rebelo de Sousa mas presidenciais de janeiro próximo socialistas como o presidente da Assembleia da República, Ferro Rodrigues, o ministro de Estado e dos Negócios Estrangeiros, Augusto Santos Silva, o ex-ministro José António Vieira da Silva, o presidente da Câmara de Lisboa, Fernando Medina, e o dirigente do PS Álvaro Beleza.

Em relação às eleições presidenciais, o PS concedeu liberdade de voto aos seus militantes, tendo aprovado uma orientação em que se elogia a forma como Marcelo Rebelo de Sousa exerceu o mandato de Presidente da República desde março de 2016, embora também elogie a "coragem" de Ana Gomes.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.