De acordo com a nota publicada no site oficial da Presidência, Marcelo Rebelo de Sousa manifestou a expectativa de que “os efetivos agora definidos para 2022, 2023 e 2024 correspondam mesmo ao indispensável para concretizar, com adequação, os objetivos expressamente previstos”.

Contudo, o número de efetivos das Forças Armadas a fixar para o próximo triénio não foi divulgado pela nota da Presidência, nem no comunicado divulgado pelo Governom após o Conselho de Ministros.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.