Alek Minassian, com 25 anos na data do ataque, tinha sido considerado culpado por um juiz canadiano há pouco mais de um ano, em março de 2021.

A 23 de abril de 2018, a guiar uma carrinha, Minassian subiu o passeio, apontando como alvos os transeuntes ao longo de dois quilómetros.

Dez pessoas morreram e 16 ficaram feridas então. O número de óbitos aumentou para 11 no final de outubro de 2021, quando morreu uma mulher, após passar mais de três anos no hospital devido aos ferimentos.

O ataque foi associado à ideologia misógina do “incel”, um termo que significa “celibato involuntário”, um movimento que surgiu na internet e que se caracteriza por homens que acusam as mulheres de os rejeitarem sexualmente.

Foi o pior ataque de sempre em Toronto, uma cidade de seis milhões de pessoas.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.