A partir de quinta-feira e até terça-feira, são esperados 26 participantes de Itália, Roménia e Alemanha na Academia do Centro Paroquial Santos Mártires de Bragança, o parceiro português deste projeto, como disse à Lusa o técnico Sérgio Afonso.

O “Art of Inclusion” é um projeto internacional de Instituições Particulares de Solidariedade Social (IPSS) e a Academia do Centro Social Paroquial Santos Mártires irá organizar a terceira mobilidade internacional proporcionada pela iniciativa que faz da arte um instrumento de inclusão.

Uma das ações previstas para esta semana em Bragança é a “LANDART”, agendada para domingo na aldeia de Rio de Onor, dinamizada pela artista Ofélia Marrão e pelo arquiteto Duarte Saraiva.

Ao longo do dia, os participantes vão desenvolver várias atividades na aldeia comunitária e considerada uma das sete maravilhas de Portugal, sendo que “o ponto alto será a construção de uma obra coletiva”, como indicou a organização.

Ao longo desta semana, os técnicos, representantes das instituições e utentes das quatro organizações parceiras que gerem centros de acolhimento de pessoas com deficiência terão a oportunidade de participar em atividades diversificadas organizadas pela equipa técnica do centro de atividades ocupacionais da Academia Santos Mártires e também por artistas convidados.

A instituição de Bragança chegou a este projeto através de uma candidatura efetuada ao programa Erasmus+, no âmbito da qual foi convidada pela instituição italiana Associazione Uniamoci Onlus a participar no projeto “Art of Inclusion”.

O principal objetivo do projeto é, segundo os responsáveis, “a representação de um meio de partilha de métodos e técnicas para a criação de oportunidades de aprendizagem para pessoas adultas com deficiência, entre as quatro organizações parceiras”.

O projeto contempla “intercâmbios, fazendo com que as organizações parceiras experimentem formas inovadoras de cooperação e criação de oportunidades educativas e de utilização e criação de ferramentas digitais de aprendizagem, aberto a todos e sem barreiras e fronteiras geográficas”.

O “Art of Inclusion” teve início em outubro de 2016 e finda em outubro de 2019, prevendo a realização de quatro mobilidades.

Em Bragança, “as iniciativas realizadas ao longo da mobilidade servirão de mote e linhas orientadoras para os próximos seis meses do projeto”.

Com este projeto pretende-se, entre outros objetivos, a criação de um “e-book” (livro eletrónico) sobre o uso da arte na educação de adultos, contemplando os resultados do projeto e relatórios dos participantes.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.