Os dois avisos amarelos estavam já em vigor no grupo oriental, por causa da instabilidade provocada pela interação dos ciclones tropicais Helene e Joyce, sendo agora prolongados até às 21:00 de segunda-feira.

O aviso amarelo é o terceiro menos grave de uma escala de quatro e condiciona determinadas atividades em função das condições meteorológicas.

A Proteção Civil regional recomenda medidas de autoproteção, como cuidados na circulação e a manutenção dos sistemas de drenagem.

Foram registadas 10 ocorrências, na noite de sábado e na madrugada de hoje, devido à passagem da tempestade tropical Helene nos Açores, mas “sem danos humanos, nem materiais”, segundo a Proteção Civil.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.