"Quero anunciar em primeira mão que o incêndio acabou mais uma fase. Posso dar o incêndio como dominado, quer dizer que o perímetro do incêndio está consolidado e está a ceder aos meios, ou seja, o incêndio não vai além do perímetro estabelecido", disse Vítor Vaz Pinto.

O comandante operacional da Proteção Civil antecipou o ‘briefing' que inicialmente estava agendado para as 18:00, no posto de comando instalado em Avelar, no concelho de Ansião, em Leiria, precisamente para dar o incêndio como dominado praticamente ao fim de quatro dias.

Apesar disso, adiantou que o dispositivo que está no terreno vai-se manter e explicou que o perímetro do teatro de operações é muito grande, tem cerca de 153 quilómetros de perímetro, ou seja, tem um raio aproximado de 37 quilómetros.

"O fogo não vai progredir mais do que já progrediu. Vamos concentrarmo-nos no interior do perímetro. Vamos ter situações dentro bastante complicadas, mas temos a certeza que o incêndio não vai progredir mais do que isso", sustentou.

Vítor Vaz Pinto que, a partir do final da tarde de hoje vai ser substituído no comando por António Ribeiro, Comandante Operacional Distrital de Operações de Socorro (CODIS) de Aveiro, disse que agora vão preocupar-se com o interior do perímetro onde existem bolsas que não foram afetadas, principalmente junto a localidades.

"Nós estamos ainda na resposta e vamos continuar a ter ainda por muito tempo situações bastante complicadas, mas temos a certeza de que o incêndio não vai progredir mais do que isso", concluiu.

 [Notícia atualizada às 17:23]

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.