“Neste orçamento nem tudo é mau, este orçamento tem apesar de tudo uma virtude política, não é no seu conteúdo, mas tem uma virtude política: a de pôr fim, de uma vez por todas, a uma farsa e a de demonstrar de uma vez por todas que nós não temos em Portugal um executivo do PS, temos um verdadeiro Governo de unidade das esquerda”, disse o deputado do PSD José Matos Correia, no encerramento do debate no parlamento do Orçamento do Estado para 2017.

Pois, acrescentou, as atitudes de pretensa autonomia que PCP e BE ensaiam face aos socialistas, não passam de “manobras de diversão e de engodos” para confundir os mais distraídos.

“No fundo não são mais do que arrufos de namorados que visam, quiçá, apimentar a relação”, gracejou.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.