De acordo com fonte do Comando Metropolitano de Lisboa (Cometlis) da PSP, a mala foi encontrada numa zona de cargas acessível apenas ao pessoal da manutenção, através da Divisão de Segurança Aeroportuária.

“[A mala] não era de uma pessoa normal que passa no raio-X antes do embarque. Estava numa zona que não era zona de bagagens e a etiqueta da mala não correspondia ao voo”, adiantou a mesma fonte.

Em comunicado, o Cometlis explicou que a apreensão da mala ocorreu pelas 23:00 [de sexta-feira] e que, após análise no raio-X, foram encontradas 25 embalagens de plástico com 135.040 doses individuais de cocaína e um GPS no seu interior.

“Todo o produto e a mala de transporte foram cautelarmente apreendidos e os factos noticiados à Autoridade Judiciária, que determinará a tramitação subsequente”, precisou.

À agência Lusa, o Cometlis acrescentou que, até ao momento, ninguém foi identificado ou detido.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.