Em comunicado enviado hoje à agência Lusa, a PSP esclarece que a situação foi registada no domingo, tendo sido verificada na sequência de distúrbios que a mulher estava a provocar num estabelecimento comercial.

A PSP aponta que a mulher estava “visivelmente alcoolizada” e que foram de “imediato realizadas diligências urgentes” para localizar a criança, dado que aquela força de segurança já tinha conhecimento que a mulher em causa é mãe de uma criança de três anos, que “naquele momento poderia estar numa situação de vulnerabilidade e abandono”.

“A menor foi encontrada trancada numa das divisões da habitação da sua progenitora, sem quaisquer condições de salubridade e de mínimo conforto. Encontrava-se ainda com frio e evidentes sinais de falta de higiene há já algum tempo”, aponta a informação.

Segundo acrescenta, a mulher foi detida como presumível autora de um crime de exposição ou abandono da sua filha menor, tendo a criança sido encaminhada para estabelecimento de saúde, onde continua internada para observação.

Além disso, aguarda-se decisão da Autoridade Judiciária relativamente às medidas de coação da progenitora e resolução da situação da criança.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.