Esta quinta-feira, porém, e de acordo com o Instituto para o Estudo da Guerra (ISW), os militarem russos enfrentam uma derrota iminente na cidade de Lyman, a sudeste de Izyum, em Donetsk, uma das regiões que Putin pretende anexar.

No seu briefing diário, a ISW salienta que "vários militares proeminentes afirmaram que as tropas ucranianas avançaram para oeste, norte e nordeste de Lyman e estão a trabalhar para completar o envolvimento das tropas russas em Lyman e ao longo da margem norte do rio Siverskyi Donetsk".

Outras fontes, como bloggers russos, salientam mesmo que "as tropas ucranianas estão a ameaçar as posições russas e as linhas de comunicação que apoiam o agrupamento Lyman", garantindo também que o "colapso de Lyman provavelmente será altamente consequente para as tropas russas no Oblast norte de Donetsk e oeste de Luhansk e pode permitir que as tropas ucranianas ameacem as posições russas ao longo da fronteira ocidental de Luhansk Oblast e na área de Severodonetsk-Lysychansk”.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.