"Detetámos que a origem do incêndio foi uma queima de resíduos domésticos numa propriedade privada e detivemos a responsável por negligência", afirmou à agência Lusa fonte policial, acrescentando tratar-se de uma mulher de 59 anos que vai ser presente a Tribunal.

O incêndio, que consome uma zona florestal na freguesia de Vidais, começou pelas 14:17, de acordo com o site da Autoridade Nacional da Proteção Civil (ANPC), e obrigou ao corte da autoestrada A15 (Caldas da Rainha/Santarém) e de outras estradas nacionais e municipais entre cerca das 15:00 e as 16:00 horas.

O fogo encontra-se em fase de rescaldo, encontrando-se no local 153 bombeiros, apoiados por 46 veículos, enquanto os dois meios aéreos já foram desmobilizados, de acordo com o comandante dos bombeiros de Caldas da Rainha.

"As rajadas de vento muitos fortes que se fazem sentir na região dificultaram o combate às chamas", acrescentou o comandante, adiantando que "o fogo esteve muito próximo de habitações na localidade de Casais da Paraventa".

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.