Segundo exemplos adiantados pelo presidente da comunidade intermunicipal, Armando Mourisco, o passe mensal para a ligação de autocarro entre Baião e o Porto custa agora 131 euros e vai passar a custar 40 euros, quando a medida entrar em vigor, no dia 1 de maio.

Se a viagem for de comboio, entre as mesmas localidades, o valor diminuirá dos 160 euros para os 40 euros.

Armando Mourisco, que é também presidente da Câmara de Cinfães, falava hoje na sessão de apresentação do Programa de Redução Tarifária na Comunidade Intermunicipal do Tâmega e Sousa, à qual assistiu o primeiro-ministro, António Costa, acompanhado de outros governantes.

Para aquele território, que compreende 11 municípios de quatro distritos (a maioria localiza-se no do Porto, mas Aveiro, Viseu e Braga também estão incluídos), o Governo afetou a maior fatia entre as 21 comunidades intermunicipais (CIM) do país, cerca de 1,8 milhões de euros, no ano de 2019.

Aos municípios do território vai caber comparticipar a medida com 45 mil euros.

O programa naquela CIM sediada em Penafiel prevê a implementação de um passe mensal para todo o território, com um custo máximo de 40 euros, no caso das ligações intermunicipais, e de 30 euros nas ligações no interior de cada concelho.

Na sessão foram deixados alguns exemplos dos descontos previstos, como custo das ligações em autocarro entre Resende e Penafiel, que custam atualmente 131 euros e passarão a 40 euros, ou das ligações de Cinfães a Amarante, com um custo atual de 138 euros, passando a 40 euros, a partir de 01 de maio.

Já as viagens de autocarro de Marco de Canaveses ao Porto baixarão dos 90 para os 40 euros. De comboio, a redução será ainda mais significativa, dos atuais 139 euros para os 40 euros.

"Esta é a melhor medida alguma vez apresentada em Portugal no domínio dos transportes públicos", considerou o presidente daquela CIM.

Além dos passes mensais, estarão disponíveis títulos de 10 bilhetes pré-pagos, com uma redução de custo de 50%.

Outra medida anunciada, como projeto-piloto, é o reforço nas ligações entre as sedes do concelho e o Hospital Padre Américo, em Penafiel, que é referência no território no domínio da saúde, procurando responder a uma das maiores necessidades de uma região com 450 mil habitantes.

O transporte a pedido será implementado nos territórios mais rurais, nomeadamente nas aldeias dispersas e com população mais envelhecida, reforçou o autarca.

Armando Mourisco explicou ainda que decorrem nesta fase negociações com a vizinha Área Metropolitana do Porto (AMP) para garantir maior articulação entre os dois territórios no domínio dos transpores públicos. Em cima da mesa está, apontou, a possibilidade de o passe do Tâmega e Sousa poder ser aceite na AMP.

Antes de Armando Mourisco tinha discursado o autarca anfitrião, de Baião, Paulo Pereira, que deixou alguns exemplos do impacto positivo no plano nos transportes, nos principais centros urbanos do concelho mais interior do distrito do Porto.

As ligações entre Santa Marinha do Zêzere e a sede do concelho baixarão dos 72,5 euros para os 30 euros, e as de Ancede para Baião baixarão dos 50,50 euros para os 30 euros, indicou, enquanto agradecia ao Governo a implementação desta medida.

Na segunda-feira entram em vigor alterações nos tarifários dos transportes de várias comunidades intermunicipais e das duas áreas metropolitanas (Lisboa e Porto).

O Programa de Apoio à Redução do Tarifário dos Transportes Públicos (PART) prevê que as 21 CIM recebam, através do Orçamento do Estado, um total de 23,2 milhões de euros para adotarem medidas de redução tarifária nos transportes públicos nos respetivos territórios, e cada uma delas vai contribuir com 2,5 % da verba que lhes for transferida pelo Estado.

O PART, que conta com 104 milhões de euros do Fundo Ambiental, através do OE, terá a comparticipação de pelo menos 12 milhões de euros dos municípios.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.