A distinção teve lugar durante a VII Conferência da associação Corações com Coroa, durante a entrega VI Prémio Corações Capazes de Construir, que decorreu esta segunda-feira, dia 19, no Auditório 2 da Fundação Calouste Gulbenkian.

O evento, para além de se debruçar sobre temáticas como o crescimento dos jovens e a adolescência, distinguiu trabalhos jornalísticos, um dos quais a reportagem de Andreia Friaças e Pedro Soares Botelho, publicada em março no SAPO24.

Em As Mulheres Ciganas Existem. E resistem os jornalistas fazem um retrato das meninas e mulheres ciganas através do relato de Sónia, Alzinda e Olga — elas que estão à frente da AMUCIP, a primeira associação para o desenvolvimento das mulheres ciganas portuguesas.

"São mulheres e ciganas. Sobrevivem a um duplo preconceito. Fazem-lhe frente. Contra as ideias que os outros têm para elas, criam o próprio destino. Da primeira mulher cigana a ter carta de condução em Portugal a um grupo de jovens que luta por um nome, estas são as histórias de quem existe, resiste e destrói preconceitos." É este o arranque para um relato vivido na primeira pessoa, que fala de cultura, de tradição e de mudança.

Sobre a distinção, Joaquim Furtado, Presidente do Júri, revelou que os jurados apreciaram "a reportagem [de Andreia Friaças e Pedro Soares Botelho] como um trabalho jornalístico tecnicamente bem construído e oportuno no plano da actualidade", que conjugou "texto, vídeo, fotografia e infografia, remetendo, pontualmente, para fontes informativas complementares".

Além disso, Furtado acrescenta que a "circunstância de a reportagem ser assinada por jovens jornalistas, não constituindo um factor de avaliação, a não ser pela maturidade revelada, permite que o prémio possa ser um incentivo para o futuro profissional dos seus autores".

Em baixo, os dois vencedores (categoria Jornalismo e categoria Campanha), bem como as duas Menções Honrosas (Jornalismo e Campanha).

Jornalismo

Menção Honrosa — Meio: SAPO24 | Jornalistas: Andreia Friaças e Pedro Soares Botelho | Título: "As mulheres ciganas existem. E resistem"

Vencedor — Meio: Público | Jornalista: Joana Gorjão Henriques | Título: Série "Racismo à Portuguesa" – I, II, III, IV, V e VI

Campanha

Menção Honrosa — Agência: FCB Lisboa | Criativos: Edson Athayde, Viton Araújo, Eduardo Tavares | Cliente: Comité Paralímpico de Portugal | Título: "Sonhos"

Vencedor — Agência: Kiss | Criativos: Pedro Batalha e Paulo Afonso | Cliente: Comissão para a Igualdade de Género | Título: "Minutos de Igualdade"

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.