Os acordos foram assinados para definir uma zona segura na região de Ghouta Oriental, na Síria, indicou um comunicado do ministério russo.

Nos documentos, foram definidas as fronteiras da zona, bem como as rotas para fornecimento de ajuda humanitária à população e para movimentação dos residentes.

O Ministério da Defesa indicou ainda que um primeiro comboio humanitário para a zona segura de Ghouta Oriental está previsto para “os próximos dias”.

Estes acordos foram concluídos durante conversações no Cairo entre responsáveis russos e opositores sírios.

A Ghouta Oriental faz parte das “zonas de ‘desescalada’ [outra designação das zonas seguras]” estabelecidas em maio pela Rússia, Irão, aliadas do regime de Bashar al-Assad, e a Turquia, que apoia a rebelião.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.