Em comunicado, o SEF adiantou que as oito pessoas foram detetadas no âmbito de ações de fiscalização em dois estabelecimentos de restauração e numa lavandaria industrial naquele concelho do distrito de Faro. Foram-lhes dados 20 dias para abandonarem voluntariamente o território nacional.

Segundo o SEF, foram instaurados processos de contraordenação às entidades empregadoras, cujos montantes a pagar vão dos seis mil aos 25 mil euros de coima.

As ações de fiscalização do SEF direcionaram-se também para as autocaravanas que circulam pela região do Algarve, no âmbito do controlo da permanência de estrangeiros em território nacional, tendo identificado 38 cidadãos estrangeiros nas praias das Furnas e do Barranco, no concelho de Vila do Bispo, “não tendo sido detetadas quaisquer infrações quanto à permanência irregular em Portugal”.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.