Segundo o Instituto Português do Mar e Atmosfera (IPMA), o aviso amarelo para os grupos Central (Terceira, São Jorge, Pico, Graciosa e Faial) e Ocidental (Flores e Corvo) vai vigorar a partir da tarde de sábado, situação que se mantém até segunda-feira.

O aviso amarelo é emitido pelo IPMA sempre que existe uma situação de risco para determinadas atividades dependentes da situação meteorológica.

O Serviço Regional de Proteção Civil e Bombeiros dos Açores recomenda que sejam tomadas medidas de autoproteção, como o reforço das amarrações das embarcações ou a mudança para local seguro, com especial cuidado na circulação junto da orla costeira e zonas ribeirinhas.

A população deve afastar-se de áreas baixas junto à costa e é desaconselhada a prática de atividades relacionadas com o mar, nomeadamente pesca desportiva, desportos náuticos ou passeios à beira-mar.

A autoridade marítima também emitiu um comunicado a aconselhar a adoção de medidas de precaução, alertando para a possibilidade de agravamento das condições de mar nas denominadas ilhas do Triângulo (São Jorge, Pico e Faial) onde "a agitação marítima de noroeste pode atingir valores de quatro metros de altura significativa" na noite de sábado, aumentando ao longo de domingo para "cerca de seis metros".

Num comunicado emitido na quinta-feira, assinado pelo capitão do Porto da Horta e do Porto de Santa Cruz das Flores, Paulo Rafael da Silva, a autoridade marítima referia que, no grupo Ocidental, formado pelas ilhas das Flores e Corvo, "a agitação marítima de oeste pode atingir valores de quatro metros de altura significativa" durante a manhã de sábado.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.