Os ataques, que incluíram o lançamento de dois mísseis, aconteceram pouco depois da meia-noite, segundo o Observatório, adiantando que, desde então, reina a calma tanto em Deraa como nas províncias de Al Quneitra e Al Sueida, abrangidas pelo fim das hostilidades.

Na sexta-feira, os Estados Unidos e a Rússia chegaram a um acordo para o cessar-fogo no sudoeste na Síria, depois da reunião entre os líderes dos dois países, Donald Trump e Vladimir Putin, à margem da cimeira das 20 maiores economias mundiais, o G20, que terminou sábado em Hamburgo, na Alemanha.

No último mês, aquelas províncias sírias foram palco de um aumento da violência, especialmente Deraa, cuja capital é considerada o "berço da revolução" desde que começaram, em março de 2011, os protestos antigovernamentais que levaram ao conflito atual.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.