"Estou dentro do edifício onde trabalho. Não se percebe o que se está a passar neste momento, só se ouve muitas ambulâncias e a polícia", conta Joana Mendes, através de mensagem audio pelo chat do messenger, ao SAPO24. Porquê audio? Basicamente porque tinha tantas pessoas, familiares e amigos, a tentar contactá-la que não conseguia dar resposta a todos por escrito.

"A polícia alemã disse para toda a gente ir para casa e ficar em casa", continua. Isto, para quem estava na rua. No seu caso, não tem outra opção que não ficar no escritório e esperar. "Agora estamos, eu e os meus colegas de trabalho, à espera que seja seguro para que possamos ir para casa".

O que vê do local onde se encontra é aparentemente normal. "Quando se olha lá para fora, vê-se pessoas a andar na rua normalmente, tráfego normal, porém, não se vê autocarros, metro ou qualquer outro tipo de transporte público". 

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.