O jornal moçambicano 'O País' refere que o administrador de Chinde, Pedro Vírgula, indicou que decorrem os trabalhos para tentar encontrar uma pessoa que continua desaparecida.

A embarcação que naufragou transportava 52 pessoas, sendo que 34 sobreviveram. Inicialmente, as autoridades locais tinham afirmado que a embarcação levava 19 pessoas, mas esse número foi, entretanto, revisto.

A ocorrência foi registada pelas 08:00 (menos uma hora em Lisboa) de quarta-feira no distrito de Luabo e a embarcação tinha como destino o distrito de Marromeu.

A embarcação terá embatido num tronco nas águas do Zambeze e de seguida criou uma racha que permitiu a entrada de água.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.