A ação de reflorestação vai decorrer na localidade de Sardal, freguesia de Benfeita, também afetada pelo incêndio de outubro de 2017, estando prevista a plantação de cinco mil árvores de várias espécies, nomeadamente pinheiros bravos, pinheiros mansos, cerejeiras, abrunheiros, pilriteiros e tramazeiras, informou, em nota de imprensa, a SOS Arganil.

A iniciativa é promovida pela associação daquele concelho do distrito de Coimbra, em parceria com o ICNF, tendo a colaboração das empresas Sentido Verde e Toyota Portugal. As árvores foram doadas e plantadas por funcionários da Nova Clínica de Benfica, de Lisboa.

Segundo o presidente da SOS Arganil, Rodrigo Oliveira, vão estar cerca de 50 voluntários desta empresa de Lisboa a participar na ação de reflorestação no domingo, a partir das 09:00.

Questionado pela Lusa, o responsável referiu que a associação, até ao momento, já participou em ações de reflorestação que terão levado à plantação de mais de dez mil árvores naquele concelho fortemente fustigado pelos fogos de 2017.

“Ainda há muito por fazer no que toca à reflorestação. Ainda se vê por quase todo o lado muita árvore de pé. Poucas foram aquelas que foram arrancadas após o incêndio”, salientou Rodrigo Oliveira.

O objetivo, frisou, é continuar a dinamizar ações de reflorestação com recurso a voluntários, sendo que, apesar de já não haver tantos pedidos de pessoas que querem ajudar, “a área para reflorestar é muita”.

A associação SOS Arganil nasceu após os fogos de 15 de outubro de 2017.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.