Em 2010, os suíços aceitaram, com quase 53% dos votos, uma iniciativa do principal partido suíço, a União Democrática do Centro (UDC, direita populista), a favor de expulsar os delinquentes estrangeiros. Mas o parlamento introduziu no ano passado uma cláusula que permite aos juízes evitar, em alguns casos, a expulsão automática dos condenados.

Desta vez os eleitores pronunciaram-se sobre a aplicação do sistema automático e a ampliação da lista de motivos que justificam a expulsão. A proposta pretende sobretudo expulsar os estrangeiros que tenham sido condenados nos últimos dez anos e que sejam julgados culpados de cometer infrações menores, como lesões corporais simples ou participação em desacatos.

O governo e o parlamento julgaram a proposta da UDC contrária às regras fundamentais da democracia. Nenhum outro partido nacional, nem os sindicatos nem círculos económicos, apoiaram a iniciativa. 

Os eleitores que votaram não totalizaram 59%. Este cálculo tem uma margem de erro de + o - 3%. 

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.