Segundo o porta-voz da direção nacional da polícia, um dos detidos é um funcionário civil da própria PSP.

As 31 buscas a residências, instalações e viaturas da PSP estão a decorrer nas instalações de Lisboa da Autoridade Nacional de Segurança Rodoviária (ANSR), Instituto da Mobilidade e dos Transportes (IMT), Divisão de Trânsito da PSP de Lisboa, Departamento de Gestão Financeira da PSP e Polícia Municipal de Lisboa, disse à Lusa o porta-voz do Comando Metropolitano de Lisboa (COMETLIS) da PSP.

A investigação, que decorre há pelo menos um ano e meio, é da divisão de investigação criminal da PSP de Lisboa, num inquérito da 9ª secção do Departamento de Investigação e Ação Penal de Lisboa.

Entretanto, uma fonte do IMT disse à Lusa que as instalações do instituto na Avenida Elias Garcia estão encerradas e que os funcionários foram mandados sair do local.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.