Os três oradores estão integrados num painel subordinado ao tema “Pobreza global: o maior crime contra a Humanidade?”, no último dia de trabalhos das Conferências e vão debater a pobreza extrema no mundo inteiro.

“Que tipo de interesses entram em jogo quando se trata de criar um mundo em que todos tenham as mesmas oportunidades e condições materiais? Será que está mesmo nas nossas mãos acabar com a pobreza global de uma vez por todas?”, são algumas das questões que serão debatidas pelos três laureados com o Nobel nas conferências organizadas pela Câmara Municipal de Cascais.

O francês Bernard Kouchner, cofundador dos Médicos Sem Fronteiras, e a guatemalteca Rigoberta Menchu, ativista dos direitos Humanos, foram galardoados com o Nobel da Paz em 1996 e 1992, respetivamente, e o norte-americano Edmund Phelps, recebeu o Nobel da Economia em 2006.

As Conferências do Estoril vão reunir de 27 a 29 de maio, mais de 800 participantes, entre doze chefes de Estado, cinco Prémios Nobel, dois Prémios Pritzker, um Pulitzer, além de líderes mundiais da diplomacia, da economia e da política.

Sérgio Moro, ministro da Justiça e Segurança Pública do Brasil, Joana Marques Vidal, ex-Procuradora Geral da República, German Garavano, ministro da Justiça e Direitos Humanos da Argentina, François Hollande, ex-Presidente francês e o antigo primeiro-ministro belga Guy Verhofstadt são alguns dos convidados das Conferências.

No total, a organização estima que serão 158 horas de debate, com 900 participantes de 73 nacionalidades diferentes reunidos na 6.ª edição das Conferências do Estoril, em que se assinala também o 10.º aniversário desta iniciativa bienal.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.