“A criminalidade na Alemanha aumentou mais de 10% (os responsáveis não querem anunciar estes números) desde que os migrantes foram aceites”, escreveu hoje no Twitter, um dia depois de ter interferido uma primeira vez na crise política que abala a coligação liderada por Angela Merkel devido à questão das migrações.

“Outros países estão pior. Sê inteligente, América”, acrescentou.

Trump enfrenta um intenso debate interno sobre as leis de imigração nos Estados Unidos, avivado com críticas à administração pela política de separar pais e crianças que tentam entrar ilegalmente pela fronteira com o México.

O ‘tweet’ sobre a Alemanha foi seguido de uma serie de ‘tweets’ sobre o tema: “Se não há fronteiras, não há país”, escreveu, atacando em seguida o Partido Democrata.

“Os Democratas são o problema. Eles não se importam com o crime e querem que os imigrantes ilegais, por muito maus que sejam, entrem em massa e infestem o nosso país […] Eles não conseguem vencer com as suas políticas péssimas, por isso veem-nos como potenciais eleitores”, escreveu o Presidente norte-americano.

No dia anterior, Trump já tinha publicado uma mensagem a intrometer-se no debate político alemão a respeito da imigração.

A questão tem sido fortemente debatida tanto na Europa como nos Estados Unidos: nos últimos dias, centenas de migrantes foram socorridos no Mediterrâneo, três países europeus formaram um eixo contra a imigração ilegal e a administração de Donald Trump foi duramente criticada devido à separação de famílias de clandestinos.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.