"Os LRU da França chegaram à Ucrânia! O exército ucraniano está agora ainda mais poderoso", tuitou o ministro da Defesa, Oleksiy Reznikov.

A versão de longo alcance - LRU (Long Range Units, na sigla em inglês), tem capacidade para atingir o alvo até 70 quilómetros. Fornecida pelos franceses, este sistema é a quarta versão do sofisticado sistema de lançamento de foguetes (MLRS)  após HIMARS, M270 e MARS II -- todos utilizados pela NATO, a ser fornecida à Ucrânia para ajudar Kiev a combater a invasão da Rússia.

Nos últimos meses, a Ucrânia tem utilizado os sistemas fornecidos pelo Ocidente para atingir estações de comando e depósitos de munições em território controlado pela Rússia. Facto que não seria possível com o armamento que o exército de Zelensky possuía.

Kiev continua a pedir mais armas de longo alcance para sustentar o progresso constante no campo de batalha e sistemas de defesa aérea para evitar ondas de ataques russos.

Há duas semanas, o ministro do Exército francês, Sebastien Lecornu, anunciou a entrega de dois LRU à Ucrânia em entrevista ao Le Journal du Dimanche.

Lecornu afirmou que a França também enviaria duas baterias de defesa aérea “Crotale” e estava "a analisar um pedido da Ucrânia para sistemas de radar que são cruciais para detectar ataques a montante".

A França também planeia receber 2 mil dos 15 mil soldados ucranianos que a UE prometeu treinar.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.