O imunologista e investigador principal da Fundação Champalimaud Henrique Veiga-Fernandes e Ana Paula Pêgo, investigadora que lidera o grupo de investigação de nanomateriais para terapias direccionadas do i3S - Instituto de Investigação e Inovação em Saúde da Universidade do Porto, vão integrar o Conselho de Editores de Revisão da Science, criada em 1880 pela Associação Americana para o Avanço da Ciência e considerada uma das publicações científicas mais prestigiadas do mundo.

“Temos vindo a testemunhar um aumento exponencial de casos de cancro, diabetes, obesidade e doenças cardiovasculares. Estas doenças da civilização moderna são um enorme desafio de Saúde Pública, mas estou em crer que a Ciência será a chave para resolver e mitigar estes problemas”, refere Veiga-Fernandes ao SAPO24, em reação ao anúncio. “A Ciência interdisciplinar e de fronteira está na vanguarda destas temáticas, e a área da Imunologia tem dado contributos importantíssimos para a compreensão e resolução destas doenças. É, portanto, um enorme orgulho poder integrar o Conselho Científico da Science e assim destacar descobertas transformadoras, contribuindo para o avanço do conhecimento destas doenças e para uma cultura científica inclusiva e global”.

Em declarações à Lusa, Ana Paula Pêgo explicou que o mandato conferido pela Science, que assumiu em 1 de abril e cuja duração é de dois anos podendo ser renovado por igual período, consiste em "avaliar o mérito, a qualidade e a inovação" de um trabalho científico entregue para publicação na revista antes da revisão por pares, feita de forma mais detalhada e por outros especialistas.

O Conselho de Editores de Revisão agrega investigadores de diferentes nacionalidades, instituições e domínios científicos. Ana Paula Pêgo e Henrique Veiga-Fernandes são os únicos membros portugueses. "É um momento de celebração da Ciência feita em Portugal, dois Cientistas de uma só vez", acrescenta o investigador Henrique Veiga-Fernandes.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.