Descoberta por arqueólogos na ilha de Marawah, junto à costa da capital do emirado, esta jóia, apelidada de "pérola de Abu Dhabi" pertence ao Museu Nacional Zayed.

A pérola será apresentada no Louvre Abu Dhabi durante a exposição "10.000 anos de luxo", que ocorrerá entre 30 de outubro e 18 de fevereiro, segundo um comunicado do Departamento de Cultura e Turismo do emirado.

A análise realizada com carbono 14 revelou que as camadas de rocha das quais a pérola vem datam de 5.000 a 5.800 anos antes de Cristo, durante o período neolítico.

"A descoberta da pérola mais antiga do mundo em Abu Dhabi mostra claramente que grande parte de nossa história económica e cultural recente tem raízes profundas, que remontam ao início da pré-história ", afirmou Mohamed Khalifa al Mubarak, chefe do departamento.

Investigadores sugerem que as pérolas eram utilizadas em trocas comerciais com a Mesopotâmia por cerâmica e outras mercadorias, ou usadas como jóias, segundo a mesma fonte.

A produção de pérolas prosperou no Golfo até os anos 1930, período em que foram feitas as primeiras descobertas de petróleo.

A exposição no Louvre Abu Dhabi explora a própria noção de luxo, o seu significado mutável ao longo dos séculos através de 350 objetos, que vêm especialmente de museus franceses.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.