“O principal objetivo, partilhado por toda a comunidade internacional e expresso pelo Conselho de Segurança das Nações Unidas, continua a ser a desnuclearização total, verificável e irreversível da Península Coreana. A declaração conjunta hoje assinada pelos líderes dos EUA e da Coreia do Norte é um sinal claro de que este objetivo pode ser atingido”, disse Mogherini, em comunicado.

Para a Alta Representante para a Política Externa e de Defesa da UE, “esta cimeira foi um passo crucial e necessário para se aprofundar os desenvolvimentos positivos alcançados até agora nas relações entre as Coreias, graças à liderança, sabedoria e determinação do Presidente da República da Coreia, Moon Jae-in”.

A cimeira de hoje, acrescentou, “reafirma a nossa forte convicção de que a diplomacia é a única via para uma paz duradoura” na região.

“Seguir a via diplomática é frequentemente um desafio, mas sempre recompensador”, adiantou também.

A cimeira histórica entre o Presidente dos Estados Unidos e o líder da Coreia do Norte realizou-se hoje, em Singapura, e começou com um simbólico aperto de mão entre Donald Trump e Kim Jong-un.

Este foi o primeiro encontro entre os líderes dos dois países depois de quase 70 anos de confrontos políticos no seguimento da Guerra da Coreia e de 25 anos de tensão sobre o programa nuclear de Pyongyang.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.