O Canhão da Nazaré testemunhou a maior onda mundial surfada por uma mulher. Tudo aconteceu no passado dia 11 de fevereiro, durante a realização do Tow Surfing Challenge, evento de ondas grandes organizado pela WSL, Liga Mundial de Surf.

Maya Gabeira, surfista profissional de ondas grandes, foi a protagonista do novo máximo mundial feminino ao surfar uma onda com 73,5 pés (22,4 metros). Um feito histórico que permitiu à big rider brasileira, para além de bater o recorde feminino, vencer o prémio Red Bull Big Wave Awards XXL, maior onda surfada em 2020, anunciou hoje a Liga Mundial de Surf (WSL).

 Uma conquista, que ultrapassou ainda o score masculino deste ano (21 metros, de Kai Lenny), com sabor especial na mesma onda (na praia do Norte) onde Maya sofreu um grave acidente em 2013 e que tinha sido igualmente palco do anterior máximo, 20 metros, que detinha desde 2018.

“Quando larguei a corda (do jet-ski), tive a sensação de que poderia ser a maior onda da minha vida, mas não tinha certeza. A velocidade era muito alta e o barulho que a onda fez quando quebrou, fez-me perceber que esta era provavelmente a maior onda que surfei”, adiantou, em declarações ao site da WSL.

“Este recorde mundial é realmente surpreendente porque o tamanho da onda foi mais alto até do que a onda do vencedor masculino, isso significa que uma mulher surfou a maior onda do ano no geral”, continuou. “Isso, para mim, era algo que havia sonhado anos atrás, mas não como algo realista. Apenas pensei que era tão irreal, mas ver isso acontecer foi incrível. É um desporto extremamente dominado pelos homens. Ter uma mulher capaz de representar isso é bastante raro”.

A onda do Canhão da Nazaré foi ainda responsável por mais um prémio nos Óscares de Ondas Grandes atribuído anualmente pela WSL. Justine Dupont, venceu a Onda do Ano (competição feminina). Foi o segundo troféu conquistado pela surfista francesa (performance do ano) que passa temporadas na Nazaré que disputou com Maya Gabeira a maior onda surfada, perdendo pela diferença entre 60 a 90 cm.

Na 20ª edição do Big Waves Awards, seis das oito nomeações para a maior Onda do Ano tiveram como palco a Nazaré, na mesma data, 11 de fevereiro, dia em que o surfista Alex Botelho sofreu um grave acidente.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.