“Pessoas e instituições vão enfrentar, num futuro próximo, desafios imensos. É previsível que todos tenhamos que nos reajustar e reinventar e, por isso, é sensato que o futebol e o desporto não se iludam quanto às dificuldades que este período nos apresenta e quanto aos constrangimentos que ele nos trará para os próximos anos”, escreveu numa carta dirigida aos associados do clube minhoto.

Assegurando “acompanhamento permanente dos atletas e das equipas” do Sporting de Braga, o dirigente reforçou que, “assim que a pandemia for vencida”, o clube “estará preparado para retomar a sua atividade”.

António Salvador frisou o “momento difícil e inesperado” que o mundo atravessa por causa do novo coronavírus e pediu “ânimo” aos bracarenses, deixando ainda uma palavra de gratidão aos profissionais de saúde.

“Entre a família do Sporting de Braga contam-se vários médicos e profissionais de saúde que têm sido a linha da frente deste combate e é a eles, e a toda esta vasta comunidade clínica nacional e internacional, que presto o meu profundo agradecimento pelo seu papel nesta imensa crise”, pode ler-se na missiva.

O novo coronavírus, responsável pela pandemia da covid-19, já infetou mais de 791 mil pessoas em todo o mundo, das quais mais de 38 mil morreram.

Dos casos de infeção, pelo menos 163 mil são considerados curados.

Depois de surgir na China, em dezembro, o surto espalhou-se por todo o mundo, o que levou a Organização Mundial da Saúde (OMS) a declarar uma situação de pandemia.

Em Portugal, segundo o balanço feito hoje pela Direção-Geral da Saúde, registaram-se 160 mortes e 7.443 casos de infeção confirmados.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.