Ao contrário dos jogos dos dias anteriores, o programa de hoje trouxe surpresas, também com o apuramento do Brentford e do Stoke City, do segundo escalão.

No Venue Anfield, o jogo acabou 0-0 e nos penáltis o Arsenal levou a melhor por 5-4, com um dos remates convertidos em golo a pertencer ao português Cédric Soares.

Diogo Jota fez o seu segundo jogo pelo Liverpool e foi titular, para ser substituído, aos 76 minutos, pelo holandês Wijnaldum.

Este foi já o terceiro ‘clássico’ da época entre os dois clubes e o segunda numa semana, seguindo-se à vitória dos ‘reds’ por 3-1 para o campeonato.

Antes, tinha sido o Arsenal a conquistar a Supertaça inglesa, também com recurso às grandes penalidades.

No jogo de hoje, foi evidente o desinvestimento do Liverpool, já que Jürgen Klopp apenas recorreu a dois dos seus titulares habituais, Virgil van Dijk e Mohamed Salah. Para mais, substituiu ambos ao intervalo.

Ainda assim, o Liverpool criou mais ocasiões e foi Diogo Jota quem esteve mais perto de chegar ao golo, com um cabeceamento que o guarda-redes dos ‘gunners’ defendeu.

Leno esteve muito bem na baliza do Arsenal, sem erros, e conseguiu chegar aos 90 minutos sem ser batido. O guarda-redes alemão continuou a brilhar nos penáltis e defendeu o sexto remate dos ‘reds’, de Harry Wilson, o que permitiu a Joe Willock, logo de seguida, apurar a equipa visitante.

Quanto ao Brentford, do ‘Championship’, vingou-se do ‘play-off’ de acesso à ‘Premier League’ e afastou de forma clara o Fulham, por 3-0.

Também do segundo escalão, o Stoke City foi ao campo do Aston Villa vencer por 1-0.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.