O italiano Francesco Bagnaia cruzou a meta com 0,176 segundos de vantagem para o compatriota Fábio Di Giannantonio (Ducati), que foi segundo classificado, com o francês Johann Zarco (Pramac) em terceiro, a 0,360.

Com estes resultados, Bagnaia sagra-se bicampeão mundial, com 39 pontos de vantagem sobre o espanhol Jorge Martín, após uma prova em que não participou o português Miguel Oliveira (Aprilia) devido a lesão.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.