“[A SAD] Pediu a alteração da denominação social da firma para ‘B-SAD, Sociedade desportiva de futebol, SAD’, o que foi autorizado pelo RNPC [Registo Nacional de Pessoas Coletivas]. Pediu também uma segunda autorização para ‘Comporta, Sociedade desportiva de Futebol, SAD’, que está em análise, e a sua advogada registou a marca Comporta Football Club no INPI”, explicou.

Num ‘aceso’ debate entre os três candidatos ao sufrágio do Belenenses, realizado na quinta-feira, no canal televisivo Sport TV +, Patrick Morais de Carvalho já tinha mostrado os documentos publicados hoje na rede social Facebook, acusando a SAD de jogar “uma última cartada” nas eleições de sábado através do candidato da lista C, Luís Figueiredo.

“[A SAD] Vai fazê-lo em breve [mudar de nome]. E só não o fez ainda porque joga nas eleições de amanhã [sábado] uma última cartada, através de um candidato [Luís Figueiredo] que promete tentar a recompra da SAD, sabendo que nem recebido será. Um candidato que permitirá à BSAD usurparem definitivamente o nome do Belenenses e voltarem ao Restelo”, alertou.

A lista de Luís Figueiredo reagiu à “acusação insultuosa e torpe” durante o debate televisivo, com o opositor ao atual presidente a garantir: “Não tive conversas com a SAD, não tive contactos com Rui Pedro Soares”.

Os sócios do Belenenses decidem no sábado o futuro do clube, numas eleições com três candidatos de visões distintas, que contrastam na continuidade do caminho de regresso aos escalões profissionais de futebol ou na recompra da SAD.

O advogado e atual presidente Patrick Morais de Carvalho lidera a lista A, sob o lema ‘Belenenses com Futuro’, mantendo Pedro Pestana Bastos e João Morão como presidentes da Mesa da Assembleia-Geral (MAG) e do Conselho Fiscal e Disciplinar (CFD), respetivamente.

Na lista B, apresenta-se ao sufrágio o economista Carlos Canhoto Fernandes, que, perante o lema ‘Erguer os Belenenses’, tem Fernando Veiga Gomes como presidente da MAG e Jorge Gomes Pedro a liderar o CFD.

O gestor Luís Figueiredo candidata-se à direção do clube, João Tarrana à MAG e Luís Filipe Pinto ao CFD, pela lista C, tendo como lema ‘Respeitar a História’.

O sufrágio decorre entre as 10:00 e as 19:00 de sábado, no Polidesportivo Dr. Ramos Lopes, ao ar livre, junto ao pavilhão Acácio Rosa, devido à situação atual da pandemia de covid-19, no qual os sócios do clube da Cruz de Cristo poderão escolher quem pretendem ver a comandar o clube no triénio 2020-2023.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.