O treinador benfiquista, Rui Vitória, optou por manter exatamente os mesmos jogadores que iniciaram o encontro da 33.ª e penúltima jornada da I Liga, no qual as ‘águias’ golearam por 5-0 e garantiram o inédito quarto título consecutivo da sua história.

Desta forma, os ‘encarnados’ vão apresentar-se com Ederson na baliza, atrás de um quarteto defensivo composto por Nélson Semedo, Luisão, Lindelof e Grimaldo.

A zona central do meio campo benfiquista ficará entregue a Fejsa e Pizzi, enquanto os argentinos Salvio e Cervi vão ocupar as alas, no apoio aos avançados Jonas e Raúl Jiménez.

Do lado dos vimaranenses, o técnico Pedro Martins operou duas mudanças relativamente à partida no Estádio da Luz, lançando o guarda-redes Miguel Silva e o extremo Raphinha para os lugares de Douglas e David Texeira.

Os minhotos vão, assim, iniciar a final com Miguel Silva na baliza e Bruno Gaspar, Josué, Pedro Henrique e Konan na defesa, ao passo que o setor intermédio ficará a cargo de Rafael Miranda, Zungu, Raphinha, Hurtado e Hernâni, atrás do avançado maliano Marega.

A final da 77.ª edição da Taça de Portugal tem início marcado para as 17:15, no Estádio Nacional, no Jamor, em Oeiras, e será dirigida pelo árbitro Hugo Miguel, da Associação de Futebol de Lisboa.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.